Alemã mata sósia para simular a própria morte – Globo

  1. Alemã mata sósia para simular a própria morte  Globo
  2. Para fugir de família, mulher mata sósia e tenta forjar a própria morte  UOL Confere
  3. Mulher mata sósia para forjar a própria morte na Alemanha  Metrópoles
  4. Jovem é suspeita de matar outra mulher para simular própria morte na Alemanha  Extra
  5. Jovem alemã mata sósia para simular própria morte e ‘fugir dos problemas familiares’  Jovem Pan
  6. Ver cobertura completa no Google Notícias
Home » Alemã mata sósia para simular a própria morte – Globo

Mulher que, segundo a polícia da Alemanha, foi assassinada por mulher com aparência similar para enganar familiares — Foto: Reprodução/ Redes sociais

Mulher que, segundo a polícia da Alemanha, foi assassinada por mulher com aparência similar para enganar familiares — Foto: Reprodução/ Redes sociais

Uma jovem de 23 anos com dupla nacionalidade alemã e iraquiana é suspeita de ter matado uma mulher com a aparência muito similar à dela para forjar a própria morte, informou nesta terça-feira (31) a polícia da Alemanha.

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

De acordo com a investigação, a suposta assassina tinha problemas familiares e queria fugir dos parentes.

A polícia passou mais de seis meses investigando o caso, aberto após o corpo de uma mulher de 23 anos ser encontrado dentro de um carro no sul em Ingolstadt, no sul da região de Baviera, em 16 de agosto de 2022.

Inicialmente, os investigadores acreditaram que a vítima era a dona do veículo, pois sua família alegou reconhecê-la.

Ao efetuar a autópsia no dia seguinte, no entanto, a polícia descobriu que a vítima era outra mulher.

Os policiais de Ingolstadt estão ligando os pontos do que poderia ser um macabro plano arquitetado pela jovem, com a ajuda de um jovem do Kosovo de 23 anos, que também vivia na cidade.

Os dois suspeitos estão presos desde agosto – como a suposta assassina ainda não foi condenada, a polícia não divulgou imagens dela.

“Os investigadores partem do princípio de que a suspeita queria desaparecer por conta de alguns problemas familiares e simular sua morte”, revelou a polícia local na segunda-feira (30).

Os investigadores não esclareceram quais seriam os problemas que ela enfrentaria com a família.

Segundo a polícia, os suspeitos haviam “decidido buscar na internet uma mulher que se parecesse com a alemã-iraquiana, matá-la e colocá-la de uma maneira que levassem seu corpo como (se fosse) a suspeita”.

Antes do assassinato, a alemã-iraquiana teria entrado em contato com vários potenciais alvos “que se parecessem com ela, através de várias contas em redes sociais, para as encorajar a encontrarem-se com ela, fazendo falsas promessas”, segundo a polícia.

No final, ela marcou um encontro em 16 de agosto com uma das mulheres, que futuramente seria a vítima, em Heilbronn (sul).

De acordo com o relato da polícia, no caminho de volta, os suspeitos fizeram a vítima descer do veículo e a mataram na mata, atingindo-a com várias facadas.

LEIA TAMBÉM

VÍDEOS: mais assistidos do g1

Source: news.google.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *